Fibromialgia

O que é e como tratar esta síndrome?

O que é fibromialgia?

O termo fibromialgia refere-se a uma condição dolorosa sentida em todo corpo e de forma crônica. Engloba uma série de sinais e sintomas como dor, fadiga, indisposição, problemas de sono. No passado, pessoas que apresentavam dores pelo corpo e uma série de queixas mal definidas não eram levadas muito a sério.

Atualmente sabe-se que a fibromialgia é uma forma de reumatismo onde há diminuição da sensibilidade do indivíduo frente a um estímulo de dor. No entanto a fibromialgia pode prejudicar a qualidade de vida dos indivíduos assim como o desempenho profissional. Estes motivos justificam que o paciente seja levado a sério em suas queixas. Não existem exames complementares para se confirmar o diagnóstico, a avaliação do profissional que avalia o paciente com fibromialgia é fundamental para o sucesso do tratamento.

São vastas as publicações de estudos, inclusive critérios que ajudam no diagnóstico dessa síndrome, diferenciando-a de outros problemas que tenham por conseqüência a dor muscular ou óssea. Como critério inicial valoriza-se a questão da dor corporal difusa por um período maior que três meses e a presença de pontos de dor definidos por convenção.

 

Sintomas da fibromialgia

Diferentes fatores, isolados ou combinados, podem favorecer as manifestações da fibromialgia, dentre eles doenças graves, traumas emocionais ou físicos e mudanças hormonais. Assim sendo, uma infecção, um episódio de gripe ou um acidente de carro, podem estimular o aparecimento dessa síndrome. Por outro lado, os sintomas de fibromialgia podem provocar alterações no humor e diminuição da atividade física, o que agrava a condição de dor.

O sintoma mais importante da fibromialgia é a dor, que pode afetar uma grande parte do corpo. Movimentos difíceis de tronco, quadril e ombros são relatados pelo paciente. Rigidez de pescoço e aumento da dor aos pequenos esforços. A rigidez é pior ao acordar e vai amenizando ao longo do dia, porém pra algumas pessoas perdura todo o tempo.

Portanto o que leva o paciente a procurar o médico é a dor. As queixas dos pacientes em relação aos sintomas dolorosos são ditas como: pontada, queimação, peso, travamento entre outras. Muito usado também os termos “dói o corpo todo” ou “dói tudo, doutor”, quando se pergunta ao paciente sobre local da dor. O paciente apresenta dificuldade na localização e uma grande parte destes pacientes se queixa de dor difusa.

 

Frequência da fibromialgia

No Brasil, alguns trabalhos falam a favor de uma prevalência em torno de 10% da população.

Mais freqüente no sexo feminino, que corresponde a 80% dos casos, 8 a 9 casos para 1 homem.

Em média, a idade do seu início varia entre 29 e 37 anos, sendo a idade de seu diagnóstico entre 34 e 57 anos. Os sintomas de dor, cansaçco, sono perturbado, cansaço tenso tendem a instalar-se lentamente na vida adulta, no entanto, 25% dos casos referem apresentar estes sintomas desde a infância. Não se deve esquecer que as manifestações de dor muscular são muito comuns na infância, ocorrendo em torno de 7 % dos casos atendidos no ambulatório de Pediatria Geral. Não é regra que essas crianças terão evolução para fibromialgia, porém, foi descrita a tendência de ocorrer a fibromialgia em mulheres de uma mesma família

 

Como identificar a fibromialgia

Pode-se utilizar a digitopressão em rotação ou uso de um equipamento dolorímetro em 9 pares de pontos no corpo: são 3 pares em região de pescoço, um par em região de coluna lombar, um par em quadril, uma par em região de cotovelos e joelhos.

 

Tratamento da fibromialgia através da Microfisioterapia

Técnica de micro palpações feitas com base em um mapeamento desenvolvido por fisioterapeutas osteopatas franceses Daniel Grosjean e Patrice Benini, a microfisioterapia busca as origens do hiper estresse e estimula a liberação desses registros.

 

Cada célula do corpo é ligada ao cérebro.

Busca-se eventos onde o paciente se encontra bloqueado em sua construção e desconstrução tecidual. Algo o bloqueia em suas ações. O que na sua vida o desvaloriza e interfere nos seus atos? Isso dói, o deprime, o irrita e tira o seu sono.

A microfisioterapia é aplicada aos pacientes com diagnostico de fibromialgia em 3 sessões intervaladas em 30-40 dias. Por vezes 5 sessões em 12 meses de tratamento.

 

Manifestações Associadas

Além da dor muscular outras questões são observadas na fibromialgia, alguns presentes em mais de 50% dos casos: fadiga intensa (síndrome da Fadiga Crônica), irritação intestinal (síndrome do cólon irritável), dor de cabeça (cefaléia), a condições que causam o movimento involuntário das pernas durante o sono (síndrome das pernas inquietas) e presença de irritabilidade na bexiga. Por vezes o paciente relata inchaço das mãos e dedos arroxeados em ambientes frios (fenômeno de Raynaud).

A dificuldade para dormir, resulta em sonolência diurna. Esse quadro é denominado de sono não reparador, porque o paciente acorda pela manhã com a sensação de que dormiu mal e não descansou nada durante a noite.

Pessoas com fibromialgia falam da dificuldade de executar tarefas comuns. Não há evidências de que esses problemas se tornem mais sérios com o decorrer do tempo.

As alterações do humor também aparecem na fibromialgia e podem resultar em quadros de ansiedade e / ou depressão.

Esta incapacidade que a fibromialgia causa, rebaixa a auto-estima por conseqüencia ao permanente sofrimento físico e do cansaço crônico e tenso ao repercutir no desempenho profissional, comunitário e familiar. A sensação de não se sentir produtivo é péssimo ao paciente.

Sintomas da Fibromialgia

  • Falta de sono e dificuldades para dormir;
  • Falta de flexibilidade ao acordar;
  • Dores fortes no corpo durante a noite;
  • Dor de cabeça;
  • Cansaço;
  • Tristeza;
  • Constipação e tonturas;
  • Épocas menstruais altamente dolorosas;
  • Formigamento nos pés e mãos;
  • Leves problemas mentais, raciocínio e memória temporária.

Agende uma Consulta

Nome:

E-mail:

Celular:

Cidade onde deseja atendimento:

Sua mensagem:

Veja também…

fibromialgia

Depressão

Informações sobre a Intolerância Alimentar

intolerância alimentar

Intolerância Alimentar

Informações sobre a Intolerância Alimentar

Iniciar Conversa
1
Estou online! É só chamar!
Está com dúvidas ou quer agendar uma consulta? Pode me chamar no Whats!
Powered by